vinte e dois

naquele dia, eu podia ter gritado ao mundo que te queria porque, dentro de mim, algo dizia: fica mais um pouco, vai…

naquele dia, eu já podia dizer e querer, já podia me expressar sem medo, já podia te olhar mais de perto porque, dentro de mim, algo dizia: fica mais um pouco, vai…

naquele dia, eu já podia agir sem pensar, já podia correr sem entender, já podia abraçar sem me preocupar porque, dentro de mim, algo dizia: fica mais um pouco, vai…

naquele dia, eu já sonhava ao te ver, e talvez seja por isso que, agora, eu possa andar de olhos fechados, eu possa, enfim, gritar ao mundo que você, ao me sentir, ficou. e tá aqui.

aqui, eu não posso ficar sem te falar que, às vezes – quase sempre, estar ao lado é a melhor maneira de amar. vamos, juntos, continuar?

amor,
Caca