blog

sobre voar

às vezes, sinto que o tempo para quando encontramos razões pra respirar. no infinito do abraço, na eternidade do sorriso, nas entrelinhas do olhar. são

a asa da gente

a gente pensa tanto, mas tanto, que, às vezes, a gente esquece de pensar na gente. um dia, eu olhei pro lado e senti o

voar

daqueles dias como outros quaisquer: cinzentos, mas recheados de cores; coloridos, mas recheados de cinzas. levantar depois de algumas doses de whiskey é dose, né?