blog

seu lugar

eu sei que pode ter acontecido um momento difícil. e que agora você pode estar aí, ó, na escuridão. não por querer, sim por achar

mudanças

tem vezes que é difícil olhar pro céu e imaginar, se sentir aqui, se sentir viva. tem vezes que é difícil olhar pro céu e

insegurança

me deixa pisar, vai, me deixa pisar em qualquer lugar: eu só quero voar. eu quero voar e descobrir mundos e mais mundos de fantasia,

liberdade

quando a chuva vier, tenta mergulhar na água pra deixar a lágrima sair. e deixa, vai, se liberta. se liberta de tudo o que te

pertencer

eu preciso te falar que dentro de você cabe tanta coisa que, às vezes, num dá pra ver. e isso porque a gente tenta tanto

conselho

eu não sei exatamente do que as estrelas são feitas. e eu também não sei exatamente do que somos feitos. se é poeira cósmica o

sobre ser feliz

o que é a felicidade? muitas vezes eu me pergunto. e muitas vezes eu não sei o que responder. é que a felicidade bate de

inspiração

você precisa se distanciar disso, menina. cê sabe que sim. se você sabe que te faz mal, por que continuar? tenta se permitir, sabe, tenta

reflexão

chorar nem sempre é um sinal de fraqueza. às vezes, encaro o choro como o sorriso da alma. e aí navego por meio dele, penso

lado esquerdo do peito

“eu amo quando você deita no meu ombro”, você me diz sempre, me fazendo cafuné e me olhando daquele jeito que só você sabe olhar.