blog

sobre voar

às vezes, sinto que o tempo para quando encontramos razões pra respirar. no infinito do abraço, na eternidade do sorriso, nas entrelinhas do olhar. são

moradia

pai, eu te vejo tomando café e penso em tudo o que a gente ainda tem pra viver. e não é porque eu não dou

atemporal

vó, talvez esta seja a milésima vez que falo que te amo, talvez te amar seja a melhor parte de mim. lembro de quanto eu