passo a passo

eu sei que pode parecer estranho e eu sei que você pode não entender nada agora, mas, ó, escuta: volta pra você.

volta pra você!

volta a descobrir os seus caminhos, volta a querer caminhar com os seus pés. volta a entender cada passo, volta a fazer, de cada passo, um motivo a mais pra sorrir, pra pensar, pra voar.

volta a voar! volta a acreditar nas suas asas, volta a pintá-las, volta a amar cada pedaço seu. volta, e volta de verdade, volta a se enxergar, volta a se encontrar, volta a se querer. por favor, volta a se querer, volta pra você.

eu sei que é difícil e eu sei que não dá pra simplesmente fazer acontecer. mas, quando a gente deixa de prestar atenção nos outros pra prestar atenção na gente, a gente entende que nem tudo que deu errado era pra dar certo, a gente entende que a gente moveu mares e mares pra realizar e, no fim, foi só uma chuva de verão que apareceu. e tudo bem. tudo bem porque nem sempre vai sair como a gente espera, só que, todos os dias, a gente vai ter pra onde voltar.

você é a sua casa, e isso eu já te disse, você é o seu lar. então, vai, volta pra você. volta a se entender, a se questionar, a se apaixonar.

você vai perceber que não importa onde e quando, o que importa é a estrada, é o que aparece pra nos guiar, é a luz que há aqui e aí dentro pronta pra iluminar tudo e muito mais.

tenta aproveitar o passo a passo pra depois pensar no que pode acontecer. tenta aproveitar você. só assim você vai sempre saber pra onde pode voltar.

amor, cacá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *