os olhos falam

a verdade é que a gente sempre planeja o dia perfeito.

com flores bonitas, céu azul que nos convida a abraçar, areia que molha e acalma. a gente sempre planeja aquele dia ideal que transforma a nossa visão em uma história digna de contos de fadas, que transforma em real tudo o que a nossa mente foi capaz de criar, que transforma em perfeição tudo o que antes foi ruína. acontece. faz parte. a gente tem mesmo é que acreditar.

mas… bom, a gente se esquece que a vida existe. e isso diz muito.

isso diz muito porque, no nosso dia perfeito, não há imprevistos. o sol aparece na hora certa, a nuvem esquece de chorar, o ar se torna mais agradável e a terra nos concede passe livre pros nossos pés pisarem no chão. tudo acontece da forma que tem que acontecer pra nossa organização-perfeita-dos-dias se firmar.

só que é na realidade que os dias acontecem sem hífen, daquele jeito que só as entrelinhas são capazes de dizer. e aí a gente se frustra. e não dá, né? não dá pra gente se frustrar pelo o que a gente não controla, não dá pra gente não entender que o nosso sol vem de dentro.

o seu sol é você.

a sua perfeição é você.

e não importa o dia cinza, a chuva que chegou molhando tudo, o ar que fez ventar tanto que quase te fez voar, a areia que não conseguiu te segurar, enfim, nada disso importa. o que importa é você. e quantas vezes mais o seu mundo vai precisar virar do avesso pra você entender que o seu dia perfeito é aquele em que você existe?

a verdade é que a gente sempre planeja o dia perfeito. e esse é aquele em que a gente tá vivo.

a impecabilidade pode ser uma ilusão, a gente não. a gente respira por uma razão. e ela, meu bem, é mais do que ideal. 

hoje e sempre, você já é tudo o que você precisa pra fazer dar certo.

bora, então, mergulhar no nosso coração?

(fecha os olhos pra escutar)

amor, cacá 

sobre se contemplar


hoje eu quero te convidar a pensar naquela palavra que te descreve, naquela palavra que te representa, naquela palavra que transborda magia por ser você.

quando a gente reflete sobre a nossa poesia, a gente consegue abraçar todas as nossas vitórias, todos os nossos instantes, todas as vezes que permanecemos apesar das dificuldades. a gente consegue abraçar quem a gente é. e isso é muito, né? é muito. e é por isso que, hoje, eu quero te convidar a pensar na sua palavra mágica, na sua característica que transborda vida, sintonia, amor. brilho. você é brilho. e mais, sempre mais.

você é um ser humano mágico. e a sua palavra já é o suficiente. é mais fácil do que parece, de verdade!

e eu confio em você, meu bem, eu confio na sua magia.

basta você confiar também.

contemple-se, tá?

mantra:

eu sou uma pessoa mágica. eu tenho magia, eu faço magia, eu sinto a minha magia. eu sou magia.


amor, cacá

há pedaços de mim por aí

desmoronei.

foi isso o que aconteceu comigo. assim, nem tão de repente, desmoronei.

d e s p e d a c e i.

despedacei e senti ansiedade, culpa e insegurança, senti tudo o que tava gritando por compreensão e eu não compreendia, senti todas as vezes que deixei pra depois o que eu podia ter sentido agora. e logo eu, que sempre falo pra gente abraçar o nosso coração, deixei-o de lado pra focar em algo que não importava, que não me ajudava, que não me incentivava. deixei a autocobrança falar mais alto. e desabei.

desabei em águas que me fizeram olhar pras sombras que ainda tão aqui, pro que ainda não me libertei, pra tudo o que ainda me prejudica sem eu querer. desabei em razões inoportunas, em gatilhos indevidos, em momentos impróprios pro meu bem-estar. e aí eu caí. mas continuei. e agora tô aqui.

aqui, conseguindo depois de dias formular pensamentos reais, conseguindo depois de dias escrever um texto com um pouco de sentido, conseguindo depois de dias me acolher, me entender, me abraçar. eu me abracei. e o meu abraço me fez respirar.

respirei.

e eu quero que você saiba que até mesmo as pessoas mais compreensivas, mais iluminadas, mais amorosas, enfim, vão desmoronar. faz parte. e tudo acontece da forma que tem que acontecer pra nos ajudar a viver.

vivi.

e que lindo, né? que lindo é poder viver. às vezes, precisamos escolher a vida em vez da turbulência, precisamos escolher a paciência em vez da queda. “calma, é um passo por vez, um dia por vez, vai passar”, repeti, mentalizando que não ia durar pra sempre, sabendo que a minha vontade de sair do caos era maior do que a corda que me prendia a ele. eu renasci. e finalmente entendi.

alguns tombos vêm pra nos lembrar que temos motivos pra nos levantar. e, de vez em quando, essa lembrança é o suficiente.

hoje e sempre, a gente é capaz de ultrapassar os obstáculos que surgem de repente, de vencer o que nos faz desmoronar, de reunir todos os nossos pedaços perdidos por aí pra, por meio da nossa confiança, morar em todos os instantes que chamamos de lar.

basta acreditar.

a gente é presente.

confia, tá?

amor, cacá

o seu desejo importa

a gente foca tanto no desejo do outro que esquece de olhar o nosso.

por isso, hoje, eu quero saber: o que você deseja?

verdadeiramente falando, meu bem, o que é que você deseja?

deseja um novo amor? uma nova amizade? um novo emprego? deseja comer a sua comida favorita, tomar um café, ver e viver a vida com outros olhos? deseja um abraço, um carinho, um afeto?

sei lá… só você pode responder.

e eu desejo que você fique bem, sempre, entendendo que há dias e dias, sabendo que, pra você realizar todos os seus desejos, você precisa ter em mente o que você realmente quer.

então, pense. e sonhe. e deseje.

e coloque no papel tudo o que você já tá pronto pra conquistar.

sua hora já chegou.

você já sabe por onde começar.

renove-se, tá?

amor, cacá

a flor do coração

se você pudesse ser qualquer pessoa do mundo, quanto tempo você levaria pra se escolher?

sei lá… a gente precisa tentar.

tentar olhar a vida com outros olhos, tentar olhar pra gente e perceber a lindeza que é existir. e estar aqui. e continuar – com flores, dores, amores.

são escolhas. e que lindo é poder escolher.

meu sonho me contou: você pode se presentear com o seu amor. e a maior flor, meu bem, sempre vai ser você.

então, podendo ser qualquer pessoa do mundo, por que não ser aquela que mais brilha ao sorrir o sorriso que só você tem?

hoje e sempre, que a gente escolha tudo o que é e tudo o que for capaz de nos amar.

floreie-se, tá?

amor, cacá

nosso poder pessoal

hoje eu quero te convidar a acessar o seu poder.

sabe aquilo que só você faz? que só você tem? que só você é? então, isso é a sua magia. essa é a sua poderosa fonte de cura, de transformação, de amor.

feche os olhos, se conecte com o seu coração, abrace as suas águas internas e sinta, sinta muito. deixe vir, deixe fluir.

às vezes, isso é o que você precisa pra entender que necessita desapegar no que não te pertence mais. já foi. já passou. é passado.

você é capaz de se libertar do apego que te prejudica, você é capaz de renascer por meio do que te fortalece.

você é a sua força.

mantra:

eu acolho o meu passado pra viver o meu presente e manifestar o meu futuro. eu me permito renascer. ❤

lembra sempre, tá?

amor, cacá

um pedaço do caminho

eu sei que o caminho pode ser desafiador, mas, quando a gente para pra observar, a gente percebe que o passo que a gente dá é dado por um motivo. 

tinha que ser. e que bom, né? que bom.

às vezes, é dessa estrada que a gente precisa pra perceber alguma oportunidade que a gente nem sabia que exista, é dessa estrada que a gente precisa pra olhar a vida com olhos de quem olha e admira.

a gente é capaz. e sempre.

mantra:

eu honro as minhas raízes e floresço por meio da minha luz ❤

acredita, tá?

amor, cacá

o meu carinho

a gente tem a mania de só valorizar o dia azul, mas o dia nublado e o dia chuvoso também tem o seu valor.

acredito que, às vezes, é um sinal do universo pra gente se recolher.

por isso, hoje, eu quero te convidar a se recolher. e não só a isso, eu quero te convidar a se dar carinho.

qual foi a última vez que você se abraçou?
que você se fez um cafuné?
que você fez algo por você, sem pensar no pensamento alheio?

qual foi a última vez que você deixou a chuva entrar, choveu sem se preocupar, nublou-se pra, num dia de sol, iluminar tudo o que você deseja iluminar?

hoje, eu te convido a fechar os olhos e a se permitir sentir. se permita se recolher. e perceba todas as coisas que tão aí pra, por meio do seu carinho, florescer.

eu tô aqui pra te lembrar: você é capaz de se amar na nuvem, também.

mantra: “eu acolho quem eu sou e deixo o meu carinho me guiar pela estrada que desejo iluminar”.

confia, tá?

amor, cacá



/ leia meu livro:

ser feliz vem de dentro

hoje eu quero saber da sua felicidade. acho que poucas pessoas te perguntam isso, então aqui vai:

você tá feliz?

você é feliz?

quando a gente se questiona sobre o que estamos sentindo, a gente toma consciência de quem estamos sendo.

faz sentido?

sei lá, acho que faz.

a gente precisa entender que o conceito de felicidade é diferente pra cada pessoa. e é por isso que eu quero que você reflita se você tá seguindo o seu caminho em busca do que te faz feliz, do que faz o seu coração vibrar, do que te faz olhar a vida pelos olhos de quem te ama e te admira.

hoje, eu quero te convidar a olhar a vida com os de quem te ama e te admira pra, daí, te convidar a ser feliz.

eu não acho que a sua felicidade dependa exclusivamente de você; mas eu tenho certeza que, hoje e sempre, a gente pode criar maneiras de, pelas estradas da vida, abraçar o que nos faz feliz.

mantra: “eu acolho a minha felicidade e encontro maneiras de ser feliz pelo o que já tenho. eu sou capaz de ser feliz pelo o que já sou”.

ei… acredita, tá?

amor, cacá 


/ leia meu livro:

a escrita do coração

a verdade é que a gente vive com medo de amar. e eu tô aqui pra te falar: não tenha.

não tenha medo de amar.

lidar com o coração não é fácil. fala-se muito sobre isso, a gente sempre vê pessoas nos mandando ouvir esse órgão tão amoroso, mas ninguém ensina, né? ninguém nos ensina a se conectar com o nosso coração.

e será que alguém sabe? me pergunto isso também, de vez em quando. não tem fórmula, não tem estratégia, não tem passo a passo: são caminhos. caminhos que podemos percorrer, caminhos que fazemos questão de estar, caminhos que nos abrem portas, nos desconstroem muros, nos fazem ver a vida com outros olhos, com outras perspectivas, com outras histórias. é que, hoje e sempre, abrir o coração é abrir a si mesmo. e nem todo mundo gosta, nem todo mundo gosta de tirar a máscara que criou pra existir.

sei lá, é tudo tão complexo, é tudo tão distinto, é tudo tão único. o caminho pro meu coração pode ser diferente do caminho pro seu, entende? e o que funciona pra mim pode não funcionar pra você. por isso, desconfie; desconfie de quem te diz que amar é uma fórmula, desconfie de quem te diz que existe uma estratégia, desconfie de quem te dá um passo a passo pro seu amor. é irreal. só você sabe o que funciona pra você.

mais do que não ter medo de amar, é essencial que não tenhamos medo de nos amar. por maior que tenha sido a cicatriz, seu coração continua aqui. e que lindo é saber que, não importa a situação, nosso coração sempre estará disposto a nos abraçar. que lindo é poder nos abraçar.

então, agora, eu te pergunto:

o que de pior pode acontecer se você se amar?

vai perder amizades? parcerias? relacionamentos?

se quem tá ao seu lado não tá preparado pra abrir mão do conforto da sua falta de amor, será mesmo que essa pessoa merece estar com você?

por que você tem tanto medo do seu amor-próprio?

ei, meu bem… o que melhor pode acontecer se você se amar?

vale fechar os olhos pra entender.

e, ao abrir, perceba que você precisa se escolher. não dá mais pra adiar. o seu encontro com o seu coração é o seu encontro com você. e ele já tá cansado, o seu coração já tá cansado de te mostrar que só você pode conversar com ele, que só você pode realizar tudo o que você deseja realizar.

isso é poder. e o nosso caminho é a gente quem faz.

uma última frase, pra você sempre lembrar:

só escuta o coração quem tem coragem de amar.

escreve isso, tá?

amor, cacá



/ leia meu livro:

https://ws-na.amazon-adsystem.com/widgets/q?ServiceVersion=20070822&OneJS=1&Operation=GetAdHtml&MarketPlace=BR&source=ac&ref=tf_til&ad_type=product_link&tracking_id=camilahaik-20&marketplace=amazon&region=BR&placement=B08L8RFB53&asins=B08L8RFB53&linkId=a48f3b7d40d0632c354e9948ea88fa08&show_border=true&link_opens_in_new_window=true&price_color=333333&title_color=0066c0&bg_color=ffffff