o meu carinho

a gente tem a mania de só valorizar o dia azul, mas o dia nublado e o dia chuvoso também tem o seu valor.

acredito que, às vezes, é um sinal do universo pra gente se recolher.

por isso, hoje, eu quero te convidar a se recolher. e não só a isso, eu quero te convidar a se dar carinho.

qual foi a última vez que você se abraçou?
que você se fez um cafuné?
que você fez algo por você, sem pensar no pensamento alheio?

qual foi a última vez que você deixou a chuva entrar, choveu sem se preocupar, nublou-se pra, num dia de sol, iluminar tudo o que você deseja iluminar?

hoje, eu te convido a fechar os olhos e a se permitir sentir. se permita se recolher. e perceba todas as coisas que tão aí pra, por meio do seu carinho, florescer.

eu tô aqui pra te lembrar: você é capaz de se amar na nuvem, também.

mantra: “eu acolho quem eu sou e deixo o meu carinho me guiar pela estrada que desejo iluminar”.

confia, tá?

amor, cacá



/ leia meu livro:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s