liberdade

quando a chuva vier, tenta mergulhar na água pra deixar a lágrima sair.

e deixa, vai, se liberta.

se liberta de tudo o que te aprisiona, de tudo o que te deixa mal, de tudo o que te coloca pra baixo.

se liberta dos sentimentos ruins, se liberta dessa vontade de ficar parado(a), se liberta do que não agrega, do que tira a sua paz, do que, num dia de chuva, te faz não perceber o quão lindo é sentir.

e sentir, sabe, sentir demais, sentir pra, depois, eliminar o que não te traz sabedoria, vida, amor.

a chuva faz a gente sentir. e se molhar na chuva é um dos presentes do universo. se entrega pra ela, deixa acontecer!

deixa o universo cuidar de te afastar do mal, deixa o universo renovar as suas energias, a sua garra, a sua vontade.

deixa a sua vontade falar mais alto do que a vontade dos outros. e faz, age, continua. quando a gente acredita que dá, o universo mostra sinais pra gente acreditar ainda mais.

acredita em você. e acredita na chuva.

ela te liberta pra mostrar todo o poder e toda a força que há na sua imensidão, na sua capacidade de fazer acontecer.

é aquela coisa que digo: mergulhar na chuva é mergulhar no infinito. aqui, agora, no seu.

mergulhar na chuva é sentir a liberdade que há na sua verdade.

topa tentar?

amor,
Caca

1 comment

Add Yours

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s