fortaleza

tem dias que a gente não gosta tanto da gente, né?

que a gente acha que tá fazendo tudo errado, que a gente acha que tá escrevendo tudo errado, que a gente acha que tá dando tudo errado. não tá, não. mas, no dia que a gente não se gosta, no instante que as palavras somem e a angústia preenche o peito, tudo parece conspirar contra você, tudo parece não seguir aquele roteiro que você fez pra semana, tudo parece te fazer chorar. e tá tudo bem em chorar.

tá tudo bem se um dia o texto não vier. tá tudo bem se um dia a sua arte não se compor, se o seu poema não se formar, se a sua música não tiver refrão. tá tudo bem.

tá tudo bem se o espelho não mostrar o que você quer ver, tá tudo bem se você quiser se afastar um pouco do mundo, tá tudo bem se, um dia, o seu coração não tiver bem. tá tudo bem.

nem sempre você vai conseguir fazer o que deseja. nem sempre todos os seus dias vão ser de amores, nem sempre seus amores vão sustentar o seu dia, nem sempre você vai se sustentar. bate a angústia, bate a aflição, bate o desespero. e tudo pra, depois, bater a reconciliação com o seu coração – que, a cada hora, bate ansioso esperando que você se ame de novo.

tenta assumir que você não tá bem, tenta assumir que há dias em que você vai precisar só de você, que você vai precisar se desafiar pra se amar. tenta respirar. tenta abraçar a sua dor pra, por meio dela, crescer, crescer e ser feliz. tenta abraçar a sua poesia que não tem fim, tenta abraçar o que te impede de agir, sabe, de continuar. se abraça, mergulha em si, tenta entender. e entende, viu? entende pra e por você.

você consegue, você pode, você é mais. e mais, muito mais do que o nó que tá na sua garganta, muito mais do que a fraqueza que te atinge sem por quê. você é mais. é muito maior do que o ódio que, às vezes, insiste em te envolver, é muito maior do que qualquer obstáculo que insiste em aparecer. você é mais. você é mais, você é incrível. tenta repetir, tá? tenta repetir até fixar.

tem dias que a gente não gosta tanto da gente e são nesses dias que a gente entende: a nossa fortaleza é o nosso guia. só a gente pode fazer pela gente, só a gente pode, num dia ruim, olhar a lua e dizer: ei, eu tô aqui! e eu posso, eu quero e eu vou conseguir.

o que há de mais bonito pra sorrir, daí?

amor,
Caca

1 comment

Add Yours

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s