moradia

pai,

eu te vejo tomando café e penso em tudo o que a gente ainda tem pra viver.

e não é porque eu não dou valor ao que já aconteceu, não, é pelo fato deu te olhar e perceber, deu entender o que acontece sem a gente saber, deu pedir ao tempo mais tempo com você.

há vezes em que a gente não entende nada e fica no escuro procurando compreensão. a gente tenta demais, sabe, e esquece de agradecer pelos dias, pelos momentos únicos, pelo que tá aqui. eu te procuro em tudo, pai, e talvez seja por isso que eu pense no depois, que eu implore aos instantes um tanto mais de minuto, que eu te observe e sorria ao te lembrar. eu te lembro sempre e esta é uma das formas mais bonitas que encontro de te amar.

eu te amo em tudo o que sou e no que posso ser. eu te amo ao te ouvir falar, eu te amo ao te admirar, eu te amo ao te escrever. eu te amo nos contratempos, nas entrelinhas, nas dificuldades. eu te amo na felicidade, no mar, na cor. eu te amo nas lágrimas, nos problemas, nas saídas. eu te amo em qualquer coisa, em qualquer lugar, em qualquer dia. eu te amo a cada segundo, pai, e a cada fração de tempo eu te amo mais.

eu te vejo tomando café e penso, além de tudo, em te viver. obrigada por ser infinito, obrigada por estar aqui, obrigada por existir.

você é a casa que eu quero pra sempre morar.

amor,
Caca

feliz dia dos pais pra todos os papais e pra todas as mamães que também são pais do mundo! ❤

3 comments

Add Yours

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s